Mostrar registro simples

dc.contributor.authorLopreato, Francisco Luiz C.pt_BR
dc.date.accessioned2014-10-08T14:30:33Z
dc.date.available2014-10-08T14:30:33Z
dc.date.issued2014-06
dc.identifier.urihttp://bibspi.planejamento.gov.br/handle/iditem/615
dc.description.abstractA crise de 2008 acendeu o debate sobre o papel da política fiscal. Colocou em dúvida o consenso anterior e relançou a política fiscal como instrumento central da política macroeconômica. A adoção da política de estímulos fiscais recolocou o debate sobre os limites da política de gastos públicos e os riscos de insolvência da dívida. O texto busca mapear o debate da visão convencional sobre as seguintes questões: i) o tamanho do multiplicador e a eficácia da política fiscal; ii) a relação entre a expansão da dívida e o crescimento; iii) o impacto da consolidação fiscal e a validade da contração fiscal expansionista; iv) os caminhos da política econômica e a velocidade da consolidação fiscal e v) o uso de regras fiscais como meio de garantir maior espaço fiscal. O objetivo é entender as políticas sugeridas e as eventuais alterações no modo de pensar a política fiscal em decorrência da crise.pt_BR
dc.language.isoPortuguês (Brasil)pt_BR
dc.publisherUnicamppt_BR
dc.rightsNão identificadopt_BR
dc.subjectEconomiapt_BR
dc.titleCrise econômica e política fiscal: os desdobramentos recentes da visão convencionalpt_BR
dc.typeTexto para Discussãopt_BR
dc.subject.keywordPolítica fiscalpt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples